A COMUNIDADE

A Comunidade Vida e Paz, enquanto organização ereta canonicamente, rege-se pelos princípios da Doutrina Social da Igreja Católica, mas que são princípios universais. Deste modo, para nós o mais importante e central é a Dignidade da Pessoa Humana, com particular atenção às mais pobres e socialmente excluídas ou vulneráveis, independentemente da sua etnia, credo ou nacionalidade. Tendo sempre como finalidade a construção do Bem Comum, a nossa ação visa a Solidariedade e a Justiça Social, e será realizada tendo como referência fundamental, interna e externamente, o princípio da Subsidiariedade.

Missão

Ir ao encontro e acolher pessoas em condição de sem-abrigo, ou em situação de vulnerabilidade social, ajudando-as a recuperar a sua dignidade e a (re)construir o seu projeto de vida, através de uma ação integrada de prevenção, reabilitação e reinserção.

Visão

Pretendemos ser uma organização de referência na criação e dinamização de respostas às necessidades e potencialidades das pessoas em condição de sem-abrigo ou em situação de vulnerabilidade social.

Valores

A Comunidade inspira-se e orienta-se pela Doutrina Social da Igreja e sustenta-se nos seguintes valores:
Esperança; Comunidade; Equidade; Solidariedade; Verdade; Compromisso; Tolerância; Espiritualidade; Compaixão; Gratidão.

Números 2016

0
COLABORADORES

pessoas colaboraram profissionalmente com a Comunidade em 2016.

0
INSERÇÃO

O número de  situações que frequentaram as Comunidades de Inserção.

0
REABILITAÇÃO

O número de situações que frequentaram as Comunidades Terapêuticas.

0
PESSOAS APOIADAS

O número médio de pessoas apoiadas diariamente pelas equipas de rua da Comunidade.

0
DIÁLOGOS

O número de pessoas acolhidas no Espaço Aberto ao Diálogo.

0
VOLUNTÁRIOS

O número de voluntários integrados nas várias valências da Comunidade.

0
ALUNOS ABRANGIDOS

O número de alunos abrangido pelo projeto Escolas.

0
CEIAS DISTRIBUÍDAS

O número de ceias distribuídas pelas equipas de rua em 2016.

RECONHECIMENTOS

Subsídio, 1992

Concedido pelo Comissariado da Luta contra a Pobreza para a criação das infraestruturas.

Prémio Nuno Viegas Nascimento, 2010

Prémio atribuído ao projeto “Restituir a Dignidade, Alimentar a Esperança.”

Prémio Manuel António da Mota, 2011

Menção Honrosa no projeto “Da rua como excluídos… à cidadania com plenos direitos.”

Alto Patrocínio, 2012

Atribuído por Maria Cavaco Silva.

Condecoração, 2014

Membro honorário da Ordem da Liberdade.

Prémio BPI Solidário, 2016 e 2017

Atribuído projeto para a criação de residência partilhada e para apoio à empregabilidade e reinserção de utentes.

MENSAGEM DO PRESIDENTE

Fazer a diferença, todos os dias

“Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota”.

Madre Teresa de Calcutá – Padroeira da Comunidade Vida e Paz

“Na Comunidade cuidamos de pessoas, de todas as pessoas, tentando que nenhuma “gota” fique sem receber o amor criativo de Deus e, dessa forma, crescer como pessoas e como sociedade, responsável e solidária.”

 

Horácio Félix

ÓRGÃOS DE GESTÃO

Órgãos de Gestão

  • Horácio Félix  |  Presidente

  • José Manuel Seruya  |  Vice-Presidente

  • Joaquim Rodrigues  |  Secretário

  • Hélder Direito  |  Tesoureiro

  • Lucinda Caldeira  |  Vogal

  • Henrique Joaquim

    • Alexandre Relvas

    • Nuno Fraga

    • Rui Ascenção

    •  
    • José Souto de Moura

    • José Carlos Frias Gomes

    • Jorge Santos

    • João Luís Alves César das Neves

    • Elisabete Figueiredo Cardoso

    • José Alfredo Martins

    • António Guilhermino Pires

    • José João Silva

    • Maria do Céu Salgueiro da Silva Rego

    • Isabel Santos Almeida

    • Júlio Dias das Neves

    • Maria da Glória Carvalho Lage

    • Manuel da Cunha Lopes

    HISTÓRIA

    A cronologia da Comunidade

    1988

    Início da abordagem de rua.

    1988 a 1998

    Encontros, encaminhamento, convívios e dinâmicas de grupo no jardim do Campo Mártires da Pátria.

    1989

    Sede provisória nas instalações da Cáritas em Lisboa; Aprovação canónica e reconhecimento como pessoa coletiva de utilidade pública; 1ª festa de Natal com as pessoas sem-abrigo.

    1990

    Aquisição do Apartamento da Damaia (1ª Sede da Comunidade Vida e Paz).

    Início das Equipas de Rua; Início do Espaço Aberto ao Diálogo; Carris cede um autocarro de 2 pisos.

    1992

    Subsídio atribuído pelo Comissariado da Luta contra a Pobreza para a criação das infraestruturas; Início da atividade do Centro de Recuperação de Alvalade, em Lisboa;

    1993

    Início da atividade do Centro da Tomada.

    1994

    Transformação do apartamento da Damaia em apartamento de reinserção; Doação da Quinta do Espírito Santo à Comunidade Vida e Paz pelo Sr. Julle Loose, cidadão belga.

    1997

    Início da atividade do Centro de Moimento em Fátima. Início da atividade do Centro do Espírito Santo.

    1999

    Aluguer de um apartamento em Leiria para apoio à inserção dos residentes. Criação do gabinete Unidade de Vida Ativa (UNIVA), de apoio ao emprego, no Centro de Fátima.

    2001

    Início da COVIPAZ – empresa de inserção.

    2002

    Inauguração do apartamento de inserção “A Casinha”, em Leiria, propriedade da Comunidade Vida e Paz.

    2005

    Inauguração da Unidade de Desabituação no Centro da Tomada; Início da atividade do Espaço Aberto ao Diálogo na Sede, em Alvalade.

    2006

    Inauguração da Unidade de Vida Autónoma (UVAU), estrutura habitacional destinada a pessoas com problemática psiquiátrica; Início da atividade da Equipa de Intervenção Direta, em Lisboa.

    2011

    Inauguração no novo Espaço Aberto ao Diálogo – Espaço Vasco Neves – em Chelas.

    2012

    Inauguração do Apartamento partilhado de Odivelas.

    2013

    Atribuição de Alto Patrocínio por Maria Cavaco Silva.

    2014

    Celebração do 25º aniversário; Condecoração com a Ordem da Liberdade pelo Presidente da República.

    Lançamento do livro ‘Do outro lado da rua – 25 anos, 25 vidas’.

    2015

    Lançamento do portal inovador de gestão de voluntariado emvolta.pt

    2016

    Atribuição Prémio BPI Solidário; Criação da Petição Pública “Pela Dignidade Humana”; Inauguração de uma residência partilhada.

    2017

    Atribuição Prémio BPI Solidário

    DOCUMENTOS

    Consulte os nossos documentos

    A Comunidade Vida e Paz pugna por uma política de total transparência da sua atividade. Consulte os nossos Documentos para aferir qualquer informação pertinente à nossa gestão.

    Estatutos da Comunidade Vida e Paz

    Clique no botão de Download para ter acesso a informação sobre os estatutos da Comunidade Vida e Paz.

    DOWNLOAD

    Relatório e Contas 2016

    Clique no botão de Download para ter acesso a informação sobre o relatório de atividades e contas de 2016.

    DOWNLOAD

    Relatório de SROI

    Clique no botão de Download para ter acesso a informação sobre o relatório de impacto social.

    DOWNLOAD

    Programa de voluntariado

    Clique no botão de Download para ter acesso a informação sobre o programa de voluntariado.

    DOWNLOAD

    Documentos certificação

    Clique no botão de Download para ter acesso a informação sobre os documentos de certificação do Centro da Quinta do Espírito Santo.

    DOWNLOAD

    Dossier de imprensa

    Clique no botão de Download para ter acesso ao dossier de imprensa.

    DOWNLOAD