O Centro de Intervenção de Primeira Linha tem como objetivo promover a qualidade de vida, oferecendo respostas alternativas às pessoas em situação de sem-abrigo, tendo em conta as suas necessidades e espectativas. Esta unidade engloba:

 

  • Equipas Voluntárias de Rua: compostas por cerca de 540 voluntários, têm como missão criar uma relação de confiança com as pessoas em situação de sem-abrigo que desperte o desejo da mudança. Como meio de aproximação, distribuímos, diariamente, uma pequena ceia a aproximadamente 485 pessoas.
  • Equipas Técnicas de Rua (Amadora, Lisboa, Loures e Odivelas): dedicam-se a conhecer as pessoas sinalizadas e contribuir para a definição e concretização de uma resposta personalizada e integrada para cada uma delas, de forma a permitir uma mudança de vida.
  • Unidade Integrativa para Pessoas em Situação de Sem-abrigo (UIPSSA): é uma resposta que tem como objetivo geral a inserção social das pessoas acolhidas e a preservação e aumento da sua qualidade de vida. Com acompanhamento dos técnicos sociais, é desenvolvido um programa psicossocial em regime residencial, com capacidade para acolher 40 pessoas em simultâneo, do género masculino e feminino, e os seus respetivos animais de companhia.
  • Espaço Aberto ao Diálogo (Chelas e Amadora): funcionando em regime ambulatório, constitui uma intervenção complementar e diurna à intervenção na Rua e inscreve-se na estratégia da Comunidade de motivar as pessoas em situação de sem-abrigo para a mudança. Por vontade própria ou após o primeiro contacto na rua com os voluntários e técnicos, as pessoas são acolhidas por uma equipa técnica que as avalia e orienta para uma resposta interna ou externa à Comunidade que melhor se adeque à sua problemática. Neste espaço, damos apoio às necessidades básicas de saúde, higiene pessoal, alimentação, regularização da situação legal e procura de emprego.
  • Apartamentos Partilhados de Primeira Linha: A Comunidade conta com a existência e 7 apartamentos partilhados para apoio à intervenção de primeira linha:
      • 2 Apartamentos no concelho de Loures ao abrigo de contrato com o Instituto da Segurança Social, para um total de 10 utentes abrangidos;
      • 2 Apartamentos no concelho de Amadora ao abrigo de contrato com o Instituto da Segurança Social, para um total de 5 utentes abrangidos;
      • 1 Apartamento em Loures com financiamento do município, para um total de 2 utentes abrangidos;
      • 1 Apartamento no concelho da Amadora com financiamento pelo programa BPI Solidário, para um total de 5 utentes abrangidos;
      • 1 Apartamento no concelho de Odivelas ao abrigo de contrato com o Instituto da Segurança Social, para um total de 5 utentes abrangidos.

 

Inserida também na intervenção de primeira linha, e cumprindo a tradição iniciada em 1989, a Comunidade Vida e Paz realiza, anualmente, a Festa de Natal com as Pessoas em Situação de Sem-abrigo.

Durante 3 dias é assegurado, com a colaboração de empresas, instituições e mais de 1000 voluntários, o acesso a inúmeros serviços de apoio como:

    • Espetáculos;
    • Entrega de vestuário e calçado;
    • Balneário;
    • Cabeleireiro;
    • IRN;
    • IEFP;
    • Saúde- Rastreios, consultas de medicina dentária, vacinação, entre outros;
    • Apoio jurídico;
    • Refeições.

 

Pretende-se, com esta festa, proporcionar momentos de conforto físico e emocional aos nossos convidados, durante a época festiva, através de pequenos gestos e palavras que motivam os mesmos a transformar as suas vidas.

“Traz-me aconchego quando vejo a vossa carrinha todas as noites a entregar a ceia e fico com desejo de saber quem me traz apoio e me dá força para enfrentar os dias. Obrigado Comunidade, fico feliz por existirem na cidade”.

Testemunho de Pessoa em Situação de Sem-abrigo

“Traz-me aconchego quando vejo a vossa carrinha todas as noites a entregar a ceia e fico com desejo de saber quem me traz apoio e me dá força para enfrentar os dias. Obrigado Comunidade, fico feliz por existirem na cidade”.

Testemunho de Pessoa em Situação de Sem-abrigo