Passei dias difíceis e amargos como qualquer adito. Foram anos perdidos no mundo da droga e do álcool que me fizeram um dia destroçar toda a minha vida.

Farto de sofrer e dos desgostos que dei a quem me amava, um dia decidi que queria ser feliz. Foi então, que pedi ajuda à Comunidade Vida e Paz.

Encontro-me há 16 meses em tratamento, já numa fase de reinserção. Pessoalmente, estou a deparar-me com uma sociedade muito complicada e difícil de se viver. Olho e escuto conversas que me deixam muito desiludido e receoso com o meu futuro. Passo dias e dias de porta em porta a pedir um emprego e uma oportunidade para ser uma pessoa digna.

Há momentos em que só me apetece voltar para dentro da minha conchinha e esquecer tudo e todos, mas é nesses momentos que conto com a ajuda da Comunidade, que por várias vezes me deu a mão para que não recaísse.

Não está a ser nada fácil, mas sei também que ganhei muitas ferramentas para não pôr tudo a perder… acreditar nas minhas próprias capacidades e sentir que também sou uma pessoa digna, talentosa e que sabe respeitar o próximo!

Todos os dias aprendo coisas novas que me vão fazendo crescer, ter maturidade e criar objetivos diários para ir à procura da minha felicidade.

Ainda não tenho emprego, mas tenho a minha família, a Comunidade, a minha auto-estima de volta e uma grande fé que vou conseguir dar a volta por cima.

A fé e a esperança têm sido o meu grande apoio durante esta minha dura caminhada, um caminho em que vou chegar ao fim com um sorriso nos lábios.

Tudo isto, porque sou a pessoa mais importante e mereço um pouco de felicidade!