Imprensa

Em declarações à Renascença, o presidente da Comunidade Vida e Paz explica que enviou o documento ao Governo, Assembleia da República e ao Presidente da República, mas só Marcelo Rebelo de Sousa respondeu, até agora.

Mais de 4.000 pessoas já assinaram a petição pública pela criação de uma estratégia nacional de intervenção para os sem-abrigo, que será entregue na quarta-feira na Presidência da República, anunciou a Comunidade Vida e Paz.

Em declarações à Renascença, o presidente da Comunidade Vida e Paz, Henrique Joaquim, explica que enviou o documento ao Governo, Assembleia da República e ao Presidente da República, mas só Marcelo Rebelo de Sousa respondeu, até agora.

A audiência está marcada para a próxima quarta-feira e Henrique Joaquim espera que o Chefe de Estado apoie esta causa.

“Atendendo a que neste Natal e agora mais recentemente na vaga de frio expressou claramente a sua solidariedade e a sua sensibilidade para esta situação, vamos pedir-lhe que ele junto do Governo nos ajude. Não é uma decisão dele, sabemos que é uma decisão governativa, mas como ele também tem alguma influência, na medida do que ele possa influenciar a política para ver se ela sai um bocadinho mais depressa”, afirma o presidente da Comunidade Vida e Paz.

Lançada no passado dia 17 de Janeiro, Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, a petição apela ao Governo que promova uma “estratégia nacional de intervenção pela dignidade humana das pessoas em situação de sem-abrigo”, com o horizonte a 2020.

O objectivo da petição é que “o Governo retome a estratégia anterior”, afirma o presidente da Comunidade Vida e Paz, Henrique Joaquim, que acredita ser possível que, até 2020, não haja ninguém na rua por falta de condições…

 

In: http://rr.sapo.pt/noticia/75391/peticao_pela_dignidade_dos_sem_abrigo_vai_chegar_a_marcelo